sábado, 31 de julho de 2010

Só queria humildemente dizer

...atenção ás decisões que tomam a pensar mais em alguém do que em vocês próprios. Ás vezes parece que estamos bêbados, na tomada de algumas decisões, e depois só nos resta viver com elas.
fª*"#!$, caraças, m"#$%, caramba... ME, onde tinhas tu o teu pequeno cérebro? HUM?
Se o arrependimento matasse!! ....
Bom fim de semana

sexta-feira, 30 de julho de 2010

O 1º Selo do Scrubs

Gentilmente oferecido/doado/dado/vendido (não não ;) !!) pela sodona who's yo' mama?! do inevitável blog inevitabilidades pseudo-quotidianas (se não conhecem...duvido, pois se estão a ler o piqueno Scrubs, já conhecem de certeza o blog de que falo ... de qualquer forma, se não conhecem (shame on you) deviam passar a conhecer).
Obrigações:
1- Mostrar o selo
Done
2- Escolher cinco pessoas a quem dar o selo
(oravamoscáver)
3- Explanar o motivo mais provável para ir parar às bocas do Mundo
Quando mandar aprovar (na qualidade de pessoa que manda aprovar coisas neste país) uma lei que proteja verdadeiramente os animais dos maus-tratos, incluindo abandono e todo o tipo de falta de condições. Ah, para que conste também vou mandar aprovar outras leis porreirinhas, mas uma destas é estupidamente necessária, que é para pararem de existir chicos espertos que metem gatos em microondas, que fazem tiro ao alvo a cães, ou que os deixam à beira da estrada, porque eles já não são bébés e fofinhos e depois quando voltam de férias arranjam outro and so on ...

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Não sei se já vos disseram, mas as vossas energias são milagrosas!!
Correu tudo BEM, correu tudo tãooooo BEM.
Parabéns a mim.
Nova fase se inicia.

terça-feira, 27 de julho de 2010

A propósito de certos dias

Há certos dias, que pela sua importância, parecem dois dias. Hoje é um desses dias, espero que quando for meia-noite conclua que o dia, afinal, contra todas as expectativas, até foi um bom dia.
Se tiverem aí umas boas energias a encher a casa mandem para mim, que eu acredito nessas coisas e hoje...bem, hoje davam-me um jeitaço.
Beijo *

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Tu

Implicamos uma com a outra.
Zangamo-nos.
Andamos sempre ás turras.
Dou-te beijinhos.
Dás-me beijinhos, miminhos, abracinhos.
Chamo-te nomes feios baixinho ou para mim, quando és teimosa, tu também me chamas a mim.
Chamas-me nomes engraçados e queres sempre dar-me beijinhos no pescoço. Eu não deixo. Tenho cócegas.
Dou-te muitos abraços, todos os dias.
Chamo-te minha menina.
Bebemos café com biscoitos ou com o teu bolo de coco e canela todos os dias, mesmo com o calor, depois de almoço.
Quando vou contigo ao médico, ou quando te convecemos a sair de casa damos a mão, dou-te beijos e abraços no meio da rua, e as outras olham, acho que é inveja.
Preocupo-me contigo, durante a noite, vou muitas vezes à porta do teu quarto, para me certificar que está tudo bem.
Preocupas-te muito comigo, cuidaste de mim e ainda cuidas. Todos os dias.
Desabafamos uma com a outra, és sem dúvida a minha melhor amiga.

A minha vida sem ti não era vida, não era nada. Dedico-te tanta coisa, devo-te tanto, que jamais conseguirei expressar por palavras tudo o que és, tudo o que representas, tudo o que significas.
Dizem que hoje é o Dia Mundial dos Avós, mas nós felizmente não precisamos de um dia, pois não avó?

Adoro-te avó.

domingo, 25 de julho de 2010

A viajar


No modo sonho "planeio" as viagens que ainda vou fazer, se não acreditar que concretizarei estes sonhos não há assim tanta coisa a fazer sentido, porque sem sonhos para quê viver?

Hoje foi a Grécia: Santorini, Plaka e Spinalonga, por toda a "carga" que se deve sentir na pele.

Vamos passar a tarde aqui?

Parecia-me uma óptima ideia...

sábado, 24 de julho de 2010

Can my dog eat ice cream?

Now he can!

É escolher o sabor da preferência morango, nata e menta. "São estes os três primeiros sabores de gelado para cães lançados por duas veterinárias brasileiras. "
Claro está que o geladinho humanóide não serve, nada de andar a entupir o cão/gato lá de casa com o geladinho à hora do jantar! Sim, eu sei que ele pede e adora, mas tem muitos contras. Tem muita gordura, açucar e a lactose, a mistura perfeita para a diarreia e vómito profuso! Por isso, a menos que estejam na disposição de pôr os tapetes todos lá de casa na máquina de lavar neste fim-de-semana solarengo e de gastar uns Euritos no médico veterinário da preferência, nada de dar geladinhos ao pessoal de 4 patas aí de casa. Mais que uma lambidela já é... perigoso.

Lá no Brasil os canídeos andam eufóricos com a notícia, quando chegar aqui ao cantinho da Península Ibérica nada de dar em exagero ao meninos, que é para eles não explodirem!! Vamos dar-lhes como ... recompensa!

;)

Cheira-me que esta irá ser a invenção preferida de sempre do Kikas, que faz olhinhos ao gelado, sempre que ele sai do congelador... Ele e eu...



quinta-feira, 22 de julho de 2010

"Seria possivel a qualquer cão, mas sobretudo a um cão amalucado e desvairado mostrar aos humanos as coisas realmente importantes da vida? Eu acredito que sim... LEALDADE. CORAGEM. DEVOÇÃO. SIMPLICIDADE. ALEGRIA. E também as coisas não importantes. Um cão não tem necessidade nenhuma de carros sofisticados e roupas da moda, um cão nao julga os outros pela cor da pele, credo religioso ou classe social, mas sim pelo que elas têm dentro de si mesmas. Um cão nao se interessa em saber se somos ricos ou pobres, educados ou iletrados, burros ou inteligentes. Dêem-lhe o vosso coração e ele dar-vos-á o seu. As coisas...são na realidade bastante simples, e no entanto somos nós, os ditos seres muito sábios e muito mais sofisticados, nós os humanos quem sempre teve e continua a ter muita muita dificuldade em discernir o que é realmente importante do que NÃO o é..."

in Marley e eu

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Namorados e Iogurtes

"Namorados. São uma coisa porreira. Dão-nos rosas, escrevem-nos poemas, compram-nos cartões com ursos ramelosos e “fofinhos” da colecção Forever Friends, olham para nós com aquela expressão que têm os cães da União Zoófila e enchem-nos os dias de amor e romance. Os mais dotados e dedicados trazem o pequeno almoço à cama, cantam-nos Caetano Veloso ao ouvido – ou, no mais apurado estilo poético, declamam David Mourão-Ferreira num tom que só nós ouvimos – levam-nos às Caraíbas, oferecem-nos livros maravilhosos e discos inesquecíveis. Os mais tradicionais gostam de nos levar a jantar fora aos restaurantes da moda, os artísticos preferem levar-nos ao teatro, ou a Porto Brandão numa romântica viagem de cacilheiro ao fim de semana com as gaivotas por companhia e meia dúzia de gatos pingados avulso no mundo. Namorados. São uma coisa porreira. Fazem-nos sentir a nós mulheres bonitas, únicas, amadas e desejadas. Chamam-nos Queridas, Pequeninas, Princesas e outras delícias para o ouvido e o coração, enchem- se de paciência para ouvir os nossos desabafos e alinham com os nossos amigos. Alguns até têm um dom especial para lidar com a nossa família, mas isso é uma singularidade rara, não podemos contar com ela no comum mortal. Namorados. São uma coisa porreira. Até ao dia. O dia em que acordam e ficam com dúvidas, acendem a luz de alarme do complicómetro e começam a pensar no-que-é-que-isto-vai-dar, ou então ligam o radar que é outra peça que vem sempre acoplada ao macho e descobrem que o mundo está cheio a abarrotar de Princesas, Pequeninas e outros seres maravilhosos com longas pestanas, calças de ganga justas e cabelos compridos. E que muitas delas, coitadinhas, estão tão sozinhas, mesmo a precisar de companhia. Como dizia o outro – desculpem andar-me a repetir com citações, parece que já usei esta, mas para mim é mais ou menos como o puré de batata nos menús dos colégios, dá para tudo – o homem caça e luta, a mulher intriga e sonha. E caça mesmo. Perdizes, galinholas, Cláudias, Kátias ou Luisas, tanto faz. No couto ou no Lux, é indiferente. Ao meio dia num campo descoberto ou às cinco da manhã na pista da Kapital, não é relevante. O que o Homem gosta é do acto predador: se é um safari no Quénia ou uma saída na noite de Lisboa, tanto faz. Há que apanhar uma presa e dar-lhe cabo do canastro. O que é preciso é um tipo manter-se vivo, dizia-me outro dia um caçador nato. Como se a vida dependesse disso. Namorados. São uma coisa porreira, se nunca nos esquecermos que são como os iogurtes: saborosos, docinhos, deliciosos, mas com prazo de validade. Mas há que olhar para o lado bom da coisa e fazer como diziam os romanos carpe diem, que é como quem diz, aproveitar o dia e esperar pelo dia seguinte sem esperar nada. Com um bocadinho de sorte, pode ser que ele ainda lá esteja, ou telefone, ou não lhe tenha apetecido ir às galinholas. Ou às Cláudias."
Margarida Rebelo Pinto

terça-feira, 20 de julho de 2010

sexta-feira, 16 de julho de 2010

(Re) sentimentos

... Não sou pessoa de os guardar fervorasamente, quando alguém me faz alguma, a mim, alguma daquelas que nós sabemos, nunca mais consigo confiar na pessoa, posso até voltar a falar com a pessoa "normalmente", depois de ter sido bastante frontal e directa com a pessoa sobre o seu comportamento, mas não lhe guardo raiva, rabcor, não desejo que seja atropelada por um camião tire, quer dizer depende...
Agora... se alguém se atrever a levantar a voz e se esquecer de lavar a boca para sequer pronunciar o nome de uma senhora de mais de 70 anos, que é simplesmente a pessoa mais pacífica, incapaz de fazer mal a alguém, de dizer uma mentira (sem se denunciar a rir) por mais estúpida que seja, que chega a ser parva de dar nervos, porque não é capaz de dizer nada a ninguém, por mais que a choquem e a magoem, vulgo a minha avó, e ainda ameaçar que bate no meu Kikas, porque detesta animais, porque não os suporta... OMG! Não me queiram ver ... fico uma arara, fico... bem não há explicação e nem bom dia boa tarde ouvirão da minha boca ... Agora vem o pior... eu não desejo mal a ninguém, e acreditem que já me fizeram muitas, mas muitas, agora a esta pessoa eu desejo MAL. Quer dizer, não lhe rogo pragas nem nada disso, nem penso secretamente neste assunto diariamente ou mensalmente que seja, mas se lhe acontecessem coisas más... eu não ia dizer coitada, percebem? Como dizemos, mesmo que a pessoa nos seja desconhecida... E isto choca-me, quer dizer serei assim tão má pessoa?
Quem a mandou meter-se com uma das pessoas que mais adoro e com o meu filhinho de quatro patas? Quem a mandou meter-se com as duas únicas "pessoas" que não se sabem defender aqui em casa?
Onde está o respeito ás pessoas mais velhas? Onde está essa consideração? Onde está a boa educação?
E é esta pessoa formada, isto é, tem um curso superior, porque formação tem zero.
P.S. tenho perfeita noção que ressentimentos se escreve com dois magníficos S... esta é a postagem 101 aqui do sítio, e como no Scrubs é tudo muito à frente é a postagem 101 que se comemora! Considerem-na comemorada! :)

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Rejuvenesci

Voltei a ter acne, como nunca tive aos 15.

Era a brincar, era a brincar Jessica Augusto

Esta é a namorada do guardião da baliza de Portugal e ex-guarda redes do Sporting de Braga. Namoram vai para mil anos...
E tendo em conta a constituição muscular da senhora, a autora do blog prefere pôr os pontos nos i, porque os meus ossinhos fazem-me falta.
Jessica Augusto é também uma grande atleta (dizem, eu nunca a vi mais gorda...).
Já imaginaram a ginástica lá em casa? Uff...

I´m in love

;)

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Piquena dúvida

Porque é que toda a alminha exibe um espécime masculino?
Toda a alminha except ME!

Epah

Falei agora com uma moça (poucas Primaveras), que está muito preocupada com o seu método de estudo, uma vez que apenas estuda logo antes do exame e tem sempre 18... E quando entrar para a faculdade, como irá fazer? Não é organizada, não tem método de estudo, mas tem 18...
E pede-me conselhos a mim????
Tabém tá... Não sou a pessoa indicada... É certo que nunca tive método de estudo, é certo é certo... mas os 18 nunca me visitaram...
Mas vocação para ser jornalista tem... que não haja dúvidas... tenho ideia de ter respondido a 1937 perguntas em meia hora...
Não sei porque me dói a cabeça... Será porque fui obrigada a dar 986 conselhos forçados? Bem, não tenho culpa de ser assim perfeita e um exemplo a seguir...
A minha solidariedade vai hoje para vocês Srs. Psicólogos. Lamento.

terça-feira, 13 de julho de 2010

3 coisinhas

1- A Júlia Pinheiro não tem jeiteira nenhuma para ser Oprah. Sinto-me mal por ela. Tenho tanta vergonha por ela que me encolho toda e me arrepio, principalmente quando ela tenta ser sensível e fofinha é o descalabro. Não é a praia dela.
2- A Raquel strada e a voz da Raquel Strada são indecentes, mas poderosas, chegam-me ás terminações nervosas do nervo mindinho, fazem ricochete no punho direito, terminando posteriormente numa vontade tremenda de partir a televisão. Tenho conseguido controlar, mudando de canal, mas não prometo nada. Deviam ser proibidas (a voz e ela) ou passadas a seguir a uma advertência, para os telespectadores que não estão a XANAX 3 x ao dia poderem assim na loucura desligar muito rápido a televisão.
3- O Carlos Costa está a cantar na TV, com dois meninos que dançam ao redor dele. E ele é pop, muito pop e mais não digo.

sábado, 10 de julho de 2010

Mas o que é isto?

(foto da net: Joseph Lawrence)
Mas o que é isto? Este senhor é um Deus, fosse ele mais alto e era perfeito, perfeito! Bem...
Sim, estive a ver este filme "My fake fiancé" ... Apetecia assim uma história levezinha, levezinha mesmo a combinar com sábado à tarde...
Um bocadinho levezinha demais, vá (argumento 0), mas romântica e romélica como se quer! Ai o que eu gosto de finais felizes que se antecipam desde o minuto 1 e milagres à filme.
Na vida real também se queriam assim uns finais felizes destes, com protagonistas assim com fronhas destas... ui o jeito que dava !
Mas como diz a S. do blog confession of a fashion girl (e que cito sem pedir licença) homem muito bonito "sabe que é muito bonito e tem como objectivo aproveitar estes anos de beleza antes de assentar", isto é muito verdade... E nunca assenta com... bem com... alguém sem uma fronha fantástica (mas decente), sem um corpo fantástico (mas decente), com uma personalidade (ponto).
(esperiência própria; post tremendamente relacionado com o anterior)

"You can't hurry love...No, you just have to wait...She said love don't come easy"

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Boas noticias

Daddy at home!
Ainda combalido, mas as suspeitas mais assustadoras estão já longe... Foi um grande susto. Uma semana assim não a desejo nem à... nem a ninguém!!
Aquele medo, aquela angústia, a tentativa constante de ter pensamentos positivos e força ao pé dele, a dor no estômago os vómitos do stress... uff...
Agora escutem-me (leiam-me)
Muito obrigada pelas mensagens de força, pelas energias positivas, apesar de não nos conhecermos, a vossa energia passa para o outro lado do ecrã e energias positivas nunca são demais. As vossas foram fundamentais.
OBRIGADA

terça-feira, 6 de julho de 2010


Parece que o feeling estava certo, mas vamos esperar para ter a certeza que tudo corre bem.

domingo, 4 de julho de 2010

Realmente injusta

é assim que a vida é. Tinha respirado outra vez na quinta-feira, para hoje parar de novo. Hoje, no entanto, a respiração é quase quase impossível. Pai no hospital, pode não ser grave, pode ser muito muito grave, pode ser um dos c com maior mortalidade/morbilidade.
Estou esperançosa, tenho quase a certeza, sinto que tudo vai correr bem. É o meu feeling tem que estar certo. Está certo, há-de estar tudo bem.
Quem está doente é o meu pai, mas isto de mal sair de uma e entrar noutra é um bocadinho cruel não?!

sábado, 3 de julho de 2010

Marry me?

(foto da net)
Um dia queria casar-me. Queria. Já ninguém quer casar tipo nuvem de tule (vá.... não levem tudo à letra) com bouquet, na igreja, com maquilhagem borrada da noiva, da mãe da noiva (no meu caso de toda a família da noiva e amigas), da mãe do noivo, e com lágrimas envergonhadas (que o macho é uma espécie que não chora) do noivo. Já ninguém quer um casamento sem tema nenhum, com arranjos de mesa feitos com hortenses em tom malva e velas cintilantes. Quem quer um casamento ao som de " The way you look tonight", de "I've Got You Under My Skin" e "Save the last dance for me" e outras (todas) na voz do Michael Bubblé?
Estamos todos muito ocupados para o amor, diz que sim... que não temos tempo! Somos independentes, não queremos cá ninguém a chatear-nos a molécula, a meter-se nas nossas ricas vidinhas! Era o que faltava! Precisamos lá de alguém que nos chateie porque chegámos mais tarde, que nos queira levar à bola, que não entende o dinheiro que "investimos" em malas, que não percebe porque perdemos tempo a pintar as unhas dos pés ou que diga amo-te porque o sente. Porque haveríamos de precisar de alguém que esteja sinceramente disposto a dizer que sim, que vamos envelhecer juntos e ver o pôr do sol no alpendre, que vamos discutir porque o café está quente e porque o chá está frio? Não! Chegam-nos as relações casuais, com não sei muito bem quem, nem sei muito bem porquê.
A explicação? Os valores não são os mesmos, respeitar os sentimentos do outro é cada vez menos uma prioridade e, inevitavelmente, já fomos muitas vezes magoados. Já nos encantámos vezes de mais pelo princípe sem titulo nem cavalo branco, já subimos o último degrau até ao cimo do castelo quando depois uma rajada de complicações, mentiras e outras que tais nos atirou de lá abaixo. Talvez porque mesmo que não saibamos essa queda ainda dói, mesmo que não sintamos, mesmo que não nos lembremos dela com frequência, acabamos por nunca a esquecer. Assim, é mais fácil que não haja compromissos, que não haja ligação, que não haja sentir. É mais fácil que não haja.
Comigo esta história não funciona.
Eu sou muito antiga, se não sinto, se não é para sempre: não quero, não me chega (é por estas e outras que a minha vida sentimental é um assombro... de tédio), não me completa, não me aquece nem me arrefece. Até pode durar 6 meses, mas tenho que achar, tenho que sentir que é para sempre, tenho que me atirar de cabeça e esperar ser amparada, ser segura. Tenho que ser amada e receber em troca tudo o que dou. Se é fácil? Não!!! Claro que não! Não é fácil. Não é fácil porque é difícil encontrar alguém com "tempo" e coração puro, sem medo de dizer (e isto parece tão simples) a verdade. Não é fácil, porque a dor da queda está lá, não há analgésico que a adormeça de raíz, não é forte e excruciante como costumava ser, ás vezes nem me lembro dela, mas tenho-a presente, faz parte de mim. Quem "me levar" leva consigo a embalagem inteira, os medos, as inseguranças, os sonhos, os sorrisos, as lembranças felizes, os desejos por cumprir e leva a queda, ou tudo o que resta dela, daquela em especial. Só pode ser se for assim.

Quem ama e é amado possui o mais precioso e valioso de todos os tesouros. Quem ouve um amo-te sincero da pessoa que ama tem o mundo na palma da mão.
P.S. Ah! Não que seja realmente relevante, mas... Ia escrever este post só para dizer que não suporto fotos de noivos na estação de caminhos de ferro, lamento se ofendo susceptibilidades, mas aquela cena da noiva com a mala antiga e do noivo a ver as horas no relógio da estação ao pé do Alfa Pendular (mala antiga - alfa pendular; mala antiga - alfa pendular; mala antiga - alfa pendular... HUM????) dá-me náuseas.
Pronto, agora que disse isto amanhã vou conhecer o homem da minha vida e o senhor terá uma panca por comboios (que chato ;)) e pronto mais uma vez pago-as todas !!

Frase do dia

Aguenta-te à bomboca :)!!!





(foto da net)


Bom fim de semana ;)

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Respirar outra vez

(foto da net)

"Vale a pena esperar", quando por fim recebemos boas notícias (ia vomitando+desmaiando, tal era a crise de ansiedade, andava chata e nem tinha em mim o sorriso que consigo quase sempre ir buscar para dar a toda e qualquer criatura humana, animal ou vegetal que se cruze comigo)...

Ufff... Que alívio! Venha a próxima etapa, já só falta uma. Depois? Então, depois faltam as outras etapas todas ;)

quinta-feira, 1 de julho de 2010

É futebol, ainda é futebol

Ui que o Queiroz não precisa de nós gajas para lhe dar porrada... O Hugo Almeida, o CR7 e o Deco vão dar cabo dele... "Perguntem ao Queiroz"!!!
O nosso grande querido Deco, quando questionado : Abandona a seleção com bom ambiente?
Respondeu: Sim, ENTRE OS JOGADORES, sim.
Tem medo Queiroz, tem muito medo...
No que concerne ao CR7, está desolado, frustrado e esconsoladito. Confessou também que é humano, facto que já desconfiava, mas se veio hoje a confirmar. Disse também que está um bocadito nada mais rico, já dá para comprar um saco de ração para os cães. Pronto, também desconfio que não esteja bem de saúde, pois como não explodiu, deve ter implodido e imagino que isso dê dores terríveis, não?
Por agora vai continuar a sofrer sozinho, num destino chato qualquer, com a gaja, a mãe, as manas, etc... digo eu...
Ah! Mais uma novidade fresquinha!
O espanhol que marcou o golo e que responde pelo nome de ...não sei quê... estava 23 cm fora de jogo!!! Filho da p#%&+ do árbitro! 23 cm é quase muito! Fogo! És miupe argentino??
Pronto ao menos podemos sempre dizer, na ocasião oportuna :"23 cm fora de jogo também eu! Com uma perna ás costas"
A propósito. de coisas.. continuo À ESPERA...
E dormir não será possivel...